Equipamentos para pet shop: o checklist completo para seu negócio pet

Descubra quais equipamentos para pet shop são essenciais no atendimento de banho e tosa e clínica veterinária

Investir em qualidade de equipamentos para seu pet shop pode ser determinante para ter um serviço diferenciado. Como consequência você conseguirá atrair mais clientes e aumentar faturamento. Mas para isso acontecer, primeiro é preciso planejar infraestrutura, orçamento e também sua equipe.

O primeiro ponto para decidir quais são os equipamentos para pet shop essenciais, é definir o seu público-alvo. Conhecendo os pets que irá atender, é possível programar melhor seu investimento em um banho e tosa ou clínica veterinária, mesmo se estiver com o orçamento reduzido. Compare preços e veja os itens mais vantajosos para seu negócio.

Se você vai abrir um pet shop, ou mesmo se está estendendo seu negócio para área de atendimento, precisa considerar quais são os itens essenciais. Por isso listamos para você, o que não pode faltar no seu pet shop.

 

Mobiliado

Para um banho e tosa de baixo orçamento, os itens básicos são: mesas e cadeiras, banheira e equipamentos. As mesas de escritório vão te ajudar a ter uma primeira organização de documentos. Um computador também é essencial para profissionalizar seu empreendimento e melhorar sua rotina.

 

Banheira

A banheira precisa ser ao mesmo tempo resistente e confortável para o pet. Por isso, considere os diferentes portes, espécies e raças de pets que pretende atender. Hoje, o mercado oferece opções de banheiras que servem para atender cachorros e gatos.  

Se você optar por materiais como inox ou fibras, estará escolhendo produtos que agilizam o atendimento, além de gastar menos. Essas banheiras são mais práticas para quem está abrindo o pet shop. Pois, elas chegam no seu estabelecimento prontas para uso, e podem ser adquirida com pouco orçamento.

Algumas banheiras ainda têm partes removíveis, que dão mais segurança para utilizar com pets de pequeno porte e praticidade para adaptar para os maiores.

Há quem prefira a fabricação de banheiras de alvenaria. Esta opção geralmente é escolhida por quem já tem o negócio mais estruturado, porque costuma sair mais caro. É preciso contratar um pedreiro profissional, de preferência com o detalhamento de saídas para escoamento de água, as tubulações, e também a estrutura em que o pet vai ficar.

Lembre-se que tanto o pet quanto o banhista precisam ter conforto no local de banho, principalmente para pets com pelos longos, afinal essa parte pode ser demorada e desgastante.

 

Equipamentos para Banho e Tosa

Você pode poupar comprando os materiais certos

 

Soprador e Secador

Para economizar durante o serviço de banho e tosa, compre os equipamentos para pet shop certos para cada etapa do atendimento. O soprador vai te ajudar na pré-secagem do animal. Esse aparelho produz um jato de vento que remove a água em excesso, e deve ser usado logo após o banho, para agilizar a secagem e para reduzir o consumo de energia.

 

Soprador e secador te ajudam a gastar menos se utilizados da maneira correta

O secador que é mais potente e eficiente irá finalizar a secagem dos pelos e do couro de cães e gatos. Em sua maioria com pedestal tem a praticidade de poder usar em mais de uma mesa para regulagem. Do mesmo estilo de secador, é possível encontrar a versão fixa, com suporte de parede.

 

Máquina de secar animais

Para atender uma grande demanda de pets, a hora de secar e finalizar os bichinhos pode ser um problema. Como solução, por que não uma máquina de secar animais? Voltada para atendimento de mais de um pet simultaneamente, a máquina além de otimizar o seu tempo, permite ter mais atenção a finalização e banho, essas máquinas ainda podem te ajudar a economizar luz.

Automatizar o processo de secagem pode facilitar sua rotina

O investimento inicial é um pouco mais pesado, mas permite que você atenda cães e gatos de diversos portes com tranquilidade no seu pet. Claro, considerando sempre a regulagem de barulho dos aparelhos . Revise o ajuste dos equipamentos para pet shop sempre que possível, para que você e seu cliente tenham conforto e segurança.

 

Máquina de Tosa

Dos cartões de visitas mais utilizados na parte de estética pet, a tosa está entre as melhores formas de atrair e fidelizar clientes. Por isso ao investir em equipamentos para pet shop de qualidade é importante focar no retorno que esses itens irão te trazer, tanto financeiramente, quanto em ter a qualidade do serviço reconhecida pelo cliente. As máquinas de tosa devem ser duráveis e ergonômicas para facilitar o uso durante o atendimento.

Máquinas e lâminas devem ser escolhidas de acordo com o pelo do pet

 

Lâminas de Tosa

Para ter variedade e portfólio, também é indispensável conhecer bem as lâminas que irá utilizar. Se você está começando agora nessa parte de atendimento, é recomendável usar lâminas mais seguras, como as com dentes mais próximos. Essas também são indicadas para finalizar algumas tosas.

Lâminas mais abertas devem ter mais cuidado, pois passam melhor entre os pelos. Isso possibilita maior liberdade de corte, mas lembre-se que o couro do bichinho fica mais exposto a ferimentos nas dobras, verrugas e mamilos, em caso de manuseio incorreto.

E como identificar o tamanho certo da lâmina na hora de comprar? As de menor altura do corte têm a numeração maior. Ou seja, uma lâmina com a numeração alta, como a número 15 por exemplo, será usada em partes que o pet precisa ter o pelo completamente removido. Já as lâminas número 3 irão deixar o pelo mais longo.

Os tamanhos adequados para cada raça de cães e gatos dependem do tipo de pelo, por isso vale sempre consultar um tosador experiente, ou se informar corretamente.

Outro cuidado essencial, é a manutenção do seu equipamento. Faça limpeza diária da máquina e das lâminas. Invista em adaptadores, desinfetantes, e lubrificantes para evitar o desgaste das mesmas e garantir o uso adequado.

Mesa de Tosa

Mais uma vez é importante considerar os pets de grande porte ao procurar uma mesa de tosa. Ela precisa ser resistente e confortável para que você tenha segurança durante os processos. Neste momento, pense também na questão ergonômica. Para que o tosador consiga dar o melhor atendimento aos bichinhos, ele precisa estar bem posicionado em relação ao pet.

Em razão disso, pesquise sobre os modelos disponíveis com os fornecedores. É possível encontrar mesas com altura regulável, fixas e dobráveis.

Gaiolas e Cercados

Alguns equipamentos para pet shop são utilizados entre as etapas do banho e tosa. Esses espaços vão ser utilizados pelos pets entre o banho, a tosa e a finalização. Por isso é imprescindível que as gaiolas e os cercados sejam arejados, espaçosos e fáceis de limpar.

Caso opte pelas gaiolas, lembre-se de adquirir um produto resistente, que suporte cães e gatos das maiores às menores raças com segurança. O fundo precisa ser plano para não ferir ou ter o risco de prender a patinha dos bichinhos.

Se for utilizar cercados, o ideal é utilizar um cercado alto para que não corra o risco de fuga dos pets. Este também precisa ser resistente e estar montado com firmeza.

Mantenha sempre a manutenção das gaiolas e cercados para que não ocorre rupturas, e observe qual material de fabricação. Na hora de adquirir equipamentos para pet shop evite produtos que possam enferrujar.

Equipamentos para Cínica Veterinária

Atendimento clínico para pets costuma ser uma boa área de investimento. As demandas são recorrentes em qualquer período do ano. Caso você queira saber mais, veja mais sobre clínica nesse post do blog.

Ao incluir esse tipo de atendimento no seu pet shop, tenha em vista que o cliente precisa ser acolhido em um espaço sempre limpo e organizado.

Em relação ao ambiente, priorize montar um local tranquilo e acolhedor, tanto para o cliente quanto para o paciente. Tenha uma mobília específica para seu veterinário poder dar o primeiro atendimento com agilidade.

Clientes priorizam conforto e segurança nas clínicas veterinárias

Na hora de escolher equipamentos de clínica, considere sempre a variedade de raças, espécies e portes que irá atender. É importante ter um orçamento bem construído para saber quais itens você pode gastar mais e em quais você pode poupar.

Além da mesa de escritório já sugerida acima, o veterinário precisa de um local para o computador, no qual manterá as fichas de atendimento e alguns insumos utilizados em situações de emergência como veremos logo mais. Também listamos os equipamentos para clínica veterinária:

 

Mesa de atendimento

O local de atendimento do pet deve estar adequado para procedimentos clínicos mínimos. A mesa de atendimento precisa ter estabilidade, com espaço para escoamento. No mercado é possível encontrar da simples a mais elaborada. Para melhor ergonomia existem as mesas com altura ajustável. Algumas mais práticas já têm lixeira acoplada ou gabinete, e até mesmo com suporte para soro.

Grande parte dos produtos encontrados no mercado são de inox. Mas ainda têm algumas opções de mesas plásticas removíveis, utilizadas também para atendimento de animais silvestres.

Escolha uma mesa apropriada para o perfil do seu público

Balança de pesagem

É recomendável saber o peso dos pets, principalmente para não errar dosagens de medicamentos. Além de ter precisão ao orientar o cliente sobre alimentação, nutrição e tratamentos necessários. A balança precisa ser ampla, de superfície lisa.

Dependendo do seu foco em atendimento, é possível optar por balanças para porte médios e filhotes, e/ou balanças para grande porte. Ambas em opção com visor digital ou a tradicional.

 

Suprimentos e Insumos

Esteja preparado para atender a demanda de clientes com um padrão de qualidade. É importante ter um estoque organizado com seus insumos e suprimentos. Estude a quantidade de cada produto que irá utilizar no banho e tosa, na clínica, e em todas áreas de atendimento que pretende ter.

Para estética tenha sempre shampoos, talcos, perfumes, desembaçadores de pelos, e hidratantes. Muitos clientes gostam de adornos como laços, gravatas e presilhas, mas tenha certeza de qual é preferência do dono, para não errar.

Na finalização use produtos de acordo com o pelo que está tratando, algumas opções são abrilhantador, silicone reparador ou spray termoprotetor. A escovação de dentes pode ser um diferencial, assim como alguns snacks podem te ajudar a ganhar a confiança do pet.

Tanto em clínica como em outros setores, é bom ter algodão, gases e faixas. Também, as luvas para realizar exames e atender pets que tenham alguma particularidade.

Certifique-se sempre de cuidar restrições de espécies e raças ao utilizar produtos nos pets.

 

Infraestrutura do pet shop

Você pode iniciar a prestação de serviços para pet com pouco investimento. O mercado pet é um dos que mais cresce no Brasil e o que não falta é demanda. Se você ainda vai abrir um pet shop, esteja bem informado de tudo que precisa.

Há quem prefira ter um espaço amplo para receber o cliente e permitir que ele acompanhe o serviço. As grandes lojas conseguem realizar diversos banhos e tosas ao mesmo tempo, ter ambiente específico para finalização e descanso dos bichinhos. Nesse caso, é preciso ter um planejamento organizacional e estratégico com um orçamento alto.

Iniciar os serviços com pouco orçamento também é possível. Algumas pessoas optam por iniciar os serviços nos fundos de casa, ou com uma pequena loja alugada. Essas são boas opções desde que você tenha equipamentos básicos, organização financeira, e esteja de acordo com a regras técnicas determinadas pelo conselho da área.

 

Regras Técnicas

Segundo o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) é imprescindível garantir a segurança e o bem-estar e animal ao realizar procedimentos estéticos e veterinários, assim como em casos de comercialização de espécies.

Por isso, a resolução nº1069/2014 determina que os estabelecimentos estejam registrados no sistema dos conselhos federal e regional e manter um médico veterinário como responsável técnico. Este deve assegurar a manutenção dos animais, das instalações e dos locais em que os pets estarão. Proporcionando um ambiente sem excesso de barulho, com luminosidade adequada, livre de poluições ou situações que causem estresse aos animais.

Os locais ainda devem oferecer conforto e segurança, estar higienizados e ter um plano de evacuação para casos de emergência. Os bichinhos têm direito a ter fácil acesso a alimentos, água, e espaço suficiente para se movimentarem de acordo com suas necessidades. O conselho determina que os tutores dos pets possam ter acesso irrestrito aos locais de banho e tosa durante a prestação desse serviço.

Além disso, o responsável técnico com certificação na área deve organizar um manual para a prática de banho e tosa. Recomenda-se ter um espaço separado para atendimentos, com mínimo de 2,70m de altura e 2,70m de largura.

Devemos ficar atentos a preservação deste espaço para que não haja muita umidade ou possibilidade de disseminar parasitas, doenças de fácil transmissão e zoonoses. O ideal é que o espaço seja arejado, ou com ventilação.

A água dos banhos e de higienização do local deve ter escoamento direto para a rede de esgoto. Os tanques e banheiras precisam conter uma caixa de sedimentação sem infiltrações. Enquanto as instalações elétricas e hidráulicas necessitam de proteção por calhas ou canaletas externas.

Monte uma infraestrutura para atendimento de banho e tosa em local com piso, paredes e teto, com superfície de fácil higienização. É recomendado o uso de azulejos ou superfícies lisas que sejam laváveis e impermeáveis. Fique atento ainda, ao descarte de resíduos que deve atender a legislação específica.

Em caso de doações e comercialização de pets, esteja alerta quanto a vacinação e cuidados específicos como hidratação e nutrição do animal. A saúde e o bem-estar dos pets devem ser observados diariamente, com prevenção de doenças e atestados de vermifugação em dia.

 

Software de Gestão

Como você pode ver para abrir um banho e tosa, ou clínica veterinária, é preciso de organização e planejamento. Só assim você vai conseguir atender seus clientes com a tranquilidade e o carinho necessário para fidelizar.

Nesse ponto, um software de gestão pode te ajudar a se organizar, principalmente, em relação às contas. Tenha controle sobre os investimentos realizados, o retorno que eles estão te dando, e não se perca nas continhas do final de mês.

Afinal, é preciso ter um relacionamento bom com seus fornecedores e garantir seu material.

Esse controle de contas e finanças pode ser bem complicado de fazer manualmente ou em caderninho. Por isso, a solução é automatizar esse processo. De quebra você ainda pode ter controle de custos diários, faturamento, e um cadastro completo dos seus clientes.

Outros detalhes sobre as vantagens de ter um software de gestão podem ser vistas no site do Pet Shop Control. Você também pode entrar em contato e tira dúvidas sobre a gestão do seu pet shop.

 

Conclusão

Para abrir um pet shop e conseguir ter uma experiência incrível, primeiro é preciso planejar e conhecer o seu público. Você precisa ter informações suficientes para saber como poupar e investir nos equipamentos certos para ter qualidade de serviço.

Ao decidir qual será seu carro chefe de atendimento, é necessário focar no atendimento ao cliente e nos serviços. Para isso você precisa ter segurança nos seus investimentos, e um processo automatizado que te ajude na parte de gestão.

Um software que te auxilie em agendamentos, controle financeiro e de dados dos clientes para saber os detalhes de cada um, vão te ajudar a atrair clientes novos e fidelizar.

Existe muito espaço para crescer no ramo pet, basta você saber por onde começar. Tire suas dúvidas, pesquise bastante. E não deixe de conferir o blog, sempre com as novidades do mercado para te ajudar.

No votes yet.
Please wait...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *