Veterinário no pet shop: por que é necessário contratar?

veterinário pet shop

É preciso ter um médico veterinário no pet shop para continuar atendendo?

A presença de um veterinário no pet shop apresenta muitas vantagens para o seu negócio.

Com certeza você, que trabalha com o mercado pet, consegue enxergar todas as vantagens que ter um veterinário no pet shop pode trazer. Afinal, você poderá oferecer uma gama maior de serviços, o que é sempre positivo.

No entanto, muitos empreendedores têm dúvidas sobre a necessidade de manter um veterinário no pet shop. Afinal, seu pet shop é obrigado, legalmente, a contratar esse profissional?

Se você pretende montar uma clínica veterinária completa, dê uma olhada nesse outro artigo do blog. Lá você encontra todas as dicas para garantir que não está esquecendo de planejar nada.

A seguir, você poderá tirar essa dúvida, e muitas outras. Preparamos um conteúdo detalhado para garantir que você terá todas as informações que precisa.

É só continuar lendo para conferir:

Ter um veterinário no pet shop é uma obrigação legal?

A presença de um médico veterinário no pet shop é mandatória?

A resposta curta é que sim, todo estabelecimento do mercado pet precisa ter um responsável técnico. Manter um médico veterinário no pet shop é uma exigência legal. O não cumprimento dessa regra pode acarretar em problemas com os conselhos que fiscalizam a atuação das pet shops.

É importantíssimo que você entenda o motivo dessa exigência: o veterinário no pet shop está lá para garantir a segurança dos seus clientes, além da sua. Como os animais costumam a ficar na sua loja sem os donos, é importante contar com o veterinário para o caso de alguma emergência.

Além disso, é o médico veterinário que vai ajudar com uma série de decisões no pet shop. Ele indica quais as instalações, equipamentos e materiais necessários para o dia a dia da prestação de serviço. Como tem conhecimento técnico na área, esse profissional conhece todos os procedimentos e precauções a tomar.

“É preciso frisar a importância de ter um responsável técnico em todo tipo de estabelecimento veterinário, e o Pet Shop é um estabelecimento veterinário pela atividade que eles desenvolvem. O médico veterinário é responsável tanto tecnicamente, quanto legalmente para desempenhar todo tipo de atividade relacionado a atividade veterinária.”, explica Leonardo Burlini, médico veterinário e assessor técnico.

Ter um veterinário no pet shop também garante que os animais que permanecem na loja durante o dia serão mantidos em segurança e boas condições sanitárias e higiênicas. Saber que o pet shop conta com um responsável técnico certamente vai tranquilizar os donos que precisam deixar os animais na loja e buscá-los mais tarde.

Ouça um profissional da área sobre o assunto

A entrevista com Leonardo Burlini esclarece o assunto e traz muitas dicas.

Realizamos uma entrevista com Leonardo Burlini, assessor técnico e médico veterinário, no evento Pet South America. Na ocasião, o profissional compartilhou alguns conhecimentos referentes à responsabilidade do veterinário no pet shop.

Ouvir alguém com experiência na área sobre a importância da presença do veterinário no pet shop ajudará a entender essa exigência. Além disso, ele também explica a atuação dos conselhos de medicina veterinária existentes no país.

Confira no vídeo a seguir a entrevista na íntegra. Leonardo Burlini ainda dá algumas dicas para estar dentro das exigências dos conselhos e otimizar os serviços oferecidos no pet shop.

Como é o contrato de um médico veterinário?

Entenda melhor o que esperar do veterinário que atua em pet shop.

A atuação do médico veterinário no pet shop é diferente da atuação clínica. A não ser que você pretenda oferecer o serviço de consulta clínica para os seus clientes, claro.

O veterinário no pet shop é responsável por garantir que as condições de segurança e higiene estão dentro do regulamento. Esse profissional ajudará indicar os equipamentos e procedimentos corretos para que os animais não sejam feridos durante os serviços, por exemplo.

Além disso, ele é poderá se certificar de que os animais que estão esperando pelos donos estão sendo mantidos em condições corretas. O profissional ainda pode realizar atendimentos emergenciais em casos de ferimentos ou doenças.

O veterinário no pet shop também ajudará na indicação e dosagem de produtos como anti-pulgas e vermífugos. Ele poderá auxiliar os clientes na escolha de rações dietéticas ou voltadas para tratamentos veterinários específicos.

Na hora de redigir um contrato com esse colaborador é necessário especificar as horas que ele irá dedicar ao seu Pet Shop. “O médico veterinário pode desempenhar até 48 horas semanais de trabalho”, explica Leonardo. Essa carga horária pode se dividir em mais de um estabelecimento.

Como atuam os conselhos de medicina veterinária no Brasil?

Entenda o que são e como atuam os conselhos de medicina veterinária.

Os conselhos de medicina veterinária no país se dividem em federal e regionais. Eles trabalham visando promover a atuação e a importância do profissional de medicina veterinária. Esse trabalho é voltado não apenas para a atuação clínica, mas em todos os estabelecimentos no setor pet.

O mercado pet está em constante ascensão. Cada vez mais donos estão dispostos a gastar grandes quantias com os seus bichinhos de estimação. Inclusive, o IBGE apresenta uma pesquisa mostrando que a família brasileira já conta com mais pets do que crianças.

Com tantas oportunidades, é apenas natural que mais empreendedores voltem seu olhar para esse setor. Os conselhos de medicina veterinária buscam salientar a importância de a saúde dos animais ser preponderante aos fins de rentabilização.

Os conselhos regionais fiscalizam também o exercício profissional e punem os estabelecimentos que praticam medicina veterinária sem a presença de um médico veterinário devidamente registrado ao conselho.

“A finalidade principal do conselho federal é fiscalizar o exercício profissional, mas também orientar, disciplinar e normatizar todas as atividades relacionadas à medicina veterinária.”, completa Leonardo Burlini.

Eles também estão à disposição para assessoria técnica a órgãos públicos. No entanto, o conselho de medicina veterinária não está apto a lidar com casos de violência contra o animal e tráfico de animais silvestres. O que não cabe ao conselho regional é enviado a órgãos parceiros como polícia, Ministério Público, Ibama e Secretaria de Saúde.

Qual é o impacto para o seu cliente?

Contar com um médico veterinário no pet shop fará toda a diferença para sua clientela.

No mercado atual, a concorrência não é pequena. Existem muitos negócios no setor pet, e embora as vendas e oportunidades continuem a crescer, os clientes estão sempre procurando diferenciais. O nível de exigência dos donos de pets crescem cada vez mais. Os bichinhos já são parte da família, e seus clientes não querem nada além do melhor para eles.

Por isso, mesmo que não fosse uma exigência legal, a presença do veterinário no pet shop é essencial. Seus clientes precisam sentir segurança no seu serviço, além de perceber que você tem em mente o bem-estar dos seus animais.

Ter um médico veterinário no pet shop possibilita muito mais do que uma gama maior de serviços. Você contará com uma imagem de mais seriedade passada para seus clientes. Acompanhado de um sistema de cadastros, para oferecer uma experiência mais personalizada, isso é fundamental para a fidelização. Conquistar a confiança dos seus clientes ajudará a garantir uma receita mensal, fazendo o seu negócio crescer ainda mais.

A importância da atuação do veterinário no pet shop

Contratar um veterinário no pet shop é importante para você e para seus clientes.

A atuação do médico veterinário no pet shop e em outros estabelecimentos do ramo é importantíssima. E isso não é apenas pelo fato da contratação de um responsável técnico ser uma exigência legal. A presença do veterinário no pet shop garante muito mais do que o atendimento emergencial para os bichinhos dos clientes.

Esse profissional será um verdadeiro parceiro, auxiliando e orientando nos processos do dia a dia na pet shop. Ele está capacitado para indicar os melhores equipamentos e técnicas, a fim de tratar o seu cliente da melhor maneira possível. E, claro, clientes que sentem segurança nos seus serviços vão sempre voltar e indicar a loja.

Além disso, você contará com um colaborador capaz de recomendar produtos mais específicos para seus clientes. A maioria dos donos não visita a clínica veterinária para resolver assuntos simples como imunização contra pulgas e vermes. A preferência é ir direto ao pet shop. Com um veterinário presente, você pode indicar a dosagem correta desses produtos e garantir a segurança para seus clientes.

Conclusão

Agora você já sabe que ter um veterinário no pet shop pode trazer muitos benefícios para o seu negócio. Além, é claro, de possibilitar que a sua situação esteja adequada e legalizada.

Pensando em todos esses fatores, a exigência legal da presença de um médico veterinário no pet shop faz todo o sentido. Por isso, não deixe de contar com esse profissional na sua equipe. Como o conselho de medicina veterinária sempre ressalta, a segurança dos animais precisa estar em primeiro lugar.

Se você gostou desse conteúdo e quer mais dicas para aprimorar ainda mais os serviços oferecidos no seu pet shop, leia também esses outros posts do blog:

E você, o que acha do cenário atual de atuação dos conselhos de medicina veterinária do país? Você concorda com as exigências legais para o segmento de pet shops?

Nos conte sua opinião nos comentários, e aproveite para perguntar se ficou com alguma dúvida.

Se você deseja saber mais sobre como gerir seu pet shop e atrair mais clientes, clique e baixe o e-book “Guia de Marketing Gratuito”. Ele vai te ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio.

Marketing para Pet Shop

No votes yet.
Please wait...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *