Sistema para pet shop: como emitir nota fiscal do consumidor eletrônica – NFC-e

sistema para pet shop

Você quer usar o seu sistema para pet shop na emissão da nota fiscal eletrônica?

Seu sistema para pet shop possui muitas funções para tornar seu dia a dia mais prático. Aprenda nesse post como usar esse recurso para também emitir a nota fiscal do consumidor eletrônica para seus clientes!

Economizar tempo, diminuir custos e ganhar praticidade são metas de quase todos os donos de pet shop. Nessa jornada, toda a tecnologia é bem-vinda. Principalmente na organização de documentos fiscais, é essencial utilizar um sistema para pet shop. Guardar tudo em papel não é mais viável nos dias de hoje.

Pensando nisso, de uns anos pra cá o governo investiu em sistemas informatizados de gestão de informação. O foco era acelerar os processos burocráticos e trazer mais segurança aos empresários e órgãos públicos.

Nesse universo surgiu a Nota Fiscal do Consumidor EletrônicaNFC-e.

Uma modalidade de documento que pode ser muito benéfica para sua pet shop. Com a implementação das documentações eletrônicas, foi possível reduzir o número de erros e fraudes fiscais.

Quer saber o que é, do que precisa para emiti-la e como ela pode te beneficiar? Nesse texto você vai aprender:

  • O que é Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e)
  • Qual a diferença entre NFC-e e NF-e?
  • Como emitir nota fiscal do consumidor eletrônica
  • Sua pet shop precisa emitir nota fiscal do consumidor eletrônica?
  • Quais as vantagens de emitir NFC-e para pet shop

Se você quer entender melhor qual é a importância de implementar um sistema  especializado para pet shops no seu negócio, leia também esse post!

A seguir, confira o conteúdo completo sobre a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) que preparamos para você:

O que é Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e)

A NFC-e é a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica. Ela tem a mesma função da habitual notinha para o consumidor ou o cupom fiscal. A diferença é que ela é emitida no formato digital.

As informações da venda são enviadas à Secretaria de Fazenda da sua localidade logo que a compra é efetivada. O documento fica disponível online e pode ser visualizado e salvo pelo consumidor no computador. Ou seja, é muito mais prático para todo mundo: você, seu cliente, e para a Secretaria de Fazenda.

Com esse recurso, o cliente pode verificar a nota assim que chegar em casa, no computador. Caso esteja com um smartphone ou outro aparelho com acesso à internet, pode até mesmo fazer a verificação na rua.

Como é enviada diretamente para a Secretaria da Fazenda, a nota diminui a ocorrência de erros. É muito mais seguro para todos, porque como existe uma assinatura digital, você sabe que não será vítima de fraude. Além disso, você não corre o risco de errar na declaração e cair na malha fina. Tudo pode ser feito automaticamente direto do seu sistema para pet shop.

Sem contar que é muito mais fácil armazenar arquivos eletronicamente. Os custos de impressão e logística podem ficar altíssimos. O objetivo do governo com a iniciativa foi justamente diminuir o excesso de papel gasto com a impressão e dar mais segurança ao processo de emissão.

A documentação eletrônica possibilita maior organização e facilidade, principalmente na hora de consultar o histórico de vendas. O que antes eram horas gastas desenterrando pastas e arquivos se tornou uma consulta através de um botão. Graças a essas iniciativas, hoje você pode monitorar suas vendas e fazer projeções em minutos.

A ideia é que a NFC-e substitua todos os documentos emitidos pelo Emissor de Cupom Fiscal (ECF).

Mas, qual a diferença entre NFC-e, NF-e e ECF?

Com tantas, siglas, é fácil se confundir. A diferença entre os vários documentos é uma dúvida comum entre os donos de pet shop!

Mas não se preocupe, vamos te ajudar. Primeiramente, você precisa saber que a NFC-e veio para substituir a ECF. Então, como são o mesmo documento, não há diferença entre elas a não ser o fato da NFC-e ser eletrônica.

A seguir você encontra a explicação detalhada sobre cada um dos documentos:

NF-e

Você provavelmente já conhece a nota fiscal tradicional. Trata-se de um registro oficial da execução de um serviço de uma empresa para um cliente ou da venda de produtos entre empresas.

A NF-e, por sua vez, é um documento semelhante à nota fiscal tradicional, só que armazenado e emitido de forma eletrônica. O arquivo com os dados da sua empresa, do cliente e da venda é transmitido diretamente para a entidade fiscal responsável em seu Estado.

Tudo o que você precisa será um computador com acesso à internet, um software para emissão e manter os dados atualizados nos órgãos fiscais.

Ela geralmente é utilizada em duas situações: para vendas entre pessoas jurídicas, ou para produtos enviados para fora da sua cidade.

A certificação do documento também é feita eletronicamente: há uma assinatura digital única para cada empresa, vinculada ao CNPJ. Isso garante que os órgãos fiscais tenham certeza de que a nota foi emitida pela sua pet shop.

A DANFE, documento auxiliar, conterá informações detalhadas sobre todos os produtos e serviços da compra.

ECF e NFC-e

O ECF, ou Cupom Fiscal é aquele famoso papel amarelo que você recebia ao concluir uma compra em qualquer estabelecimento legalizado, popularmente chamado de “notinha do consumidor”.

Esse documento está sendo substituído gradativamente pela NFC-e. Nos estados em que a nota fiscal do consumidor eletrônica está regulamentada, não há mais obrigatoriedade da emissão do cupom fiscal.

A principal diferença entre a NF-e e a NFC-e é que essa última é voltada exclusivamente para o consumidor final. Trata-se de um documento mais simplificado que não cobrirá situações de trocas e devoluções, por exemplo.

O DANFE da NFC-e também é mais simples. Nele não constam informações sobre o valor e peso dos produtos, por exemplo. Ele serve para que o consumidor verifique a validade fiscal da compra. Se quiser, o cliente que aceitos a emissão da DANFE resumido poderá solicitar o documento completo posteriormente.

Vale lembrar que a emissão da NFC-e possui um custo mais barato em relação aos equipamentos necessários, pois não será necessário comprar impressora fiscal e mandar lacrar ela como acontecia com a ECF. Tornando a nota eletrônica ainda mais vantajosa.

Como emitir a nota fiscal do consumidor eletrônica

Agora que você já entende melhor quais são as diferenças entre a NF-e e a NFC-e, é hora de descobrir o que precisa para emitir esse documento.

A nota fiscal do consumidor eletrônica pode oferecer muitos benefícios para sua pet shop. É essencial se manter atualizado nos avanços da tecnologia, em especial dos sistemas fiscais. Dessa forma, você garante que irá evitar problemas e reduzir custos.

Para emitir a NFC-e, você precisará de quatro requisitos:

  • Um certificado digital credenciado pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP (Você pode utilizar o mesmo certificado digital da NF-e);
  • Credenciamento na Secretaria de Fazenda;
  • Um computador com acesso à internet;
  • Um software específico para emissão.

Você também  pode tirar todas as suas dúvidas sobre os requisitos no FAQ sobre a NFC-e do Ministério da Fazenda.

Como ter um sistema para pet shop especializado pode te ajudar?

Encontrar o software certo para fazer a emissão da NFC-e pode ser uma tarefa complicada. A maioria das opções tem um design confuso e não são nada práticas. Além disso, pode te parecer uma desvantagem pagar por um aplicativo que faz só isso.

Agora, se você tiver um software de gestão de pet shop, é muito mais simples e rápido.

Você estará contratando um serviço de gestão completo e especializado. Existem muitas funcionalidades disponíveis, como controle do fluxo de caixa e estoque. E o melhor: gerar a NFC-e é completamente automático.

Basta instalá-lo e cadastrar os dados fiscais para que o processo seja automatizado. Você não precisa se preocupar com a emissão.

A nota fiscal do consumidor eletrônica é imediatamente enviada e armazenada em seu computador assim que a compra é concluída pelo cliente. É a maneira mais segura e eficiente de evitar problemas com o fisco e prevenir estresses com burocracia.

Além disso, um sistema para pet shop específico integra essa documentação com outras informações. Por exemplo, com a funcionalidade de cadastro de clientes, é possível monitorar os hábitos de compra. Isso é uma ferramenta poderosíssima na hora de oferecer promoções ou fazer projeções.

Minha pet shop precisa emitir a nota fiscal do consumidor eletrônica?

Isso depende muito da regulamentação do seu estado ou município. É bom ficar atento porque cada vez mais estão adotando o formato eletrônico da nota fiscal, devido à praticidade e ao sucesso da implementação.

A melhor recomendação é consultar a Secretaria de Fazenda (SEFAZ) do seu estado sobre a necessidade ou não de emitir a NFC-e.

Não se preocupe: a consulta não dá muito trabalho. A maioria das Secretarias possui um portal de na internet no qual você pode encontrar essa resposta rapidamente para sua pet shop.

Quer saber também quais estados exigem a NFC-e? Veja a lista completa aqui!

Independente da necessidade, adotar a emissão da NFC-e pode ser muito vantajoso para você. Afinal, lidar com esse tipo de documentação de forma eletrônica traz muitas vantagens.

Confira a seguir quais são os benefícios que a NFC-e pode trazer para sua pet shop:

Quais as vantagens de emitir a nota fiscal do consumidor eletrônica para pet shop

A implantação da NFC-e é muito simples e barata. Com pouco esforço, você pode modernizar suas operações, economizando muito tempo e dinheiro.

Faça as contas, por exemplo, de quanto você gasta por mês com a impressão de notas. Você não está nem contando os custos de armazenamento nesse número! Além disso, quando você precisa encontrar algo, vai levar muito tempo se tiver que procurar em meio a milhares de papéis.

Há pelo menos 5 vantagens de adotar a NFC-e em sua pet shop:

  • Baixo custo;
  • Implantação simples;
  • Praticidade;
  • Economia;
  • Sustentabilidade.

Se o seu negócio está também na internet, implementar esse recurso se torna fundamental! Veja aqui as nossas dicas para explorar também esse mercado.

O custo de implantação é praticamente zero e, como dissemos, você só precisa de uma conexão à internet e um sistema para pet shop. Se você escolheu o Pet Shop Control, pode ter certeza de que o procedimento de emissão é bastante simples.

Uma vez instalado, a sua  pet shop ganha praticidade e rapidez. Você não precisa de uma impressora específica, nem papel especial. Os documentos ficam armazenados e podem ser consultados no computador, tablet ou smartphone.

Além disso, os gastos com uso do papel são reduzidos. Você não precisa mais ter aquela tradicional impressora para notinhas fiscais.

Finalmente, sua empresa torna-se também mais sustentável. Com menos impressões, você diminui o seu impacto no meio ambiente, um valor crucial para muitos consumidores. Cada vez mais pessoas recusam-se a comprar de empresas que não expressam sua preocupação com o meio ambiente.

Conclusão

A NFC-e, ou nota fiscal do consumidor eletrônica, é um documento virtual que vem substituir o ECF. Emitir esse documento eletronicamente traz inúmeras facilidades para o seu negócio.

Além de ser mais segura e muito mais prática, a NFC-e é capaz de diminuir os seus custos com impressão. Seu dia a dia também ficará mais simples, pois você gastará menos tempo procurando documentação.

A NFC-e é uma ferramenta poderosíssima, principalmente quando aliada a um sistema para pet shop especializado. O Pet Shop Control te da a opção de emitir a NFC-e automaticamente, no ato da compra. Você pode também procurar e monitorar todas as compras anteriores com o toque de um botão. Conheça todas as nossas funcionalidades e faça um teste grátis hoje mesmo!

Quer mais dicas sobre como modernizar o seu pet shop e sair na frente? Leia também esses outros conteúdos do nosso blog:

E você? Qual sua opinião sobre a NFC-e? Nos conte nos comentários se o seu pet shop já usa esse recurso! Se você tiver alguma dúvida sobre o assunto, aproveite para perguntar! Adoraríamos ajudar você!

sucesso pet shop

No votes yet.
Please wait...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *