Vender produtos de pet shop na clínica veterinária, vale a pena?

Investir em vendas de produtos de pet shop na clínica veterinária vai mudar a sua forma de trabalhar com a fidelização e a rotina do seu negócio.

Quando pensamos na parte financeira, boa parte dos gestores do ramo pet pode ficar inseguro na hora de investir em um novo segmento.

Por isso, é necessário fazer um planejamento e se preparar até obter retorno.

Você deve estar se perguntando:

Por que vender produtos pet em clínica veterinária?

Já vimos aqui no blog que os pets são tratados como membros da nossa família.

Para uma pet shop e/ou clínica veterinária obter fidelização real e se tornar uma marca amada pelos clientes, um dos pontos mais importantes é a confiança.

E essa relação vai fazer você estar seguro para vender produtos de pet shop na clínica veterinária.

Fidelização e vendas

O veterinário é uma autoridade quando se trata de saúde e bem estar dos nossos pets.  Essa relação de confiança, geralmente, é iniciada nos primeiros atendimentos.

Então, os clientes fidelizados já confiam o suficiente na sua marca e na sua proposta de mercado, que é fornecer este bem estar ao pet. Isso com certeza vai dar mais segurança nas informações que passa para o cliente na hora da venda.

Quando se tem uma autoridade explicando os benefícios do consumo de alguns itens, é mais fácil de realizar vendas consultivas.

Para quem já está atuando no ramo pet, pode ser mais fácil saber as necessidades dos pets e seus tutores.

Na clínica veterinária, temos o histórico e o acompanhamento do pet, esses dados podem trazer muitas informações para que você ofereça o que pet precisa.

Por exemplo, se você tiver um controle da quantidade de queixas de problemas de obesidade em pets, você pode explicar os benefícios para o pet consumir alimentos naturais ou rações antiobesidade, além de acessórios que estimulem a atividade física.

Além dos dados internos da sua clínica, os dados de mercado podem te ajudar a garantir as escolhas certas de produtos pet.

Fluxo financeiro

O investimento nos produtos pet deve ser baseado no consumo dos seus clientes e vai te trazer uma ideia de quanto pode adquirir de fluxo financeiro.

Mas, se você ainda não se convenceu, vou destacar pra você alguns dados do mercado pet:

Dos R$ 20,3 bilhões de faturamento do mercado pet no Brasil, 68,6% são apenas do setor de alimentação. Produtos de cuidados pet são responsáveis 7,9% deste faturamento.

O crescimento dos setores de produtos pet em um ano também são encorajadores: pet food cresceu 9,9% e pet care 5,5% em um ano.

Você pode ver mais informações neste infográfico.

As vendas desses produtos associadas ao setor de veterinária pode fazer do seu negócio um centro de bem estar. Então, garanta esse aumento no faturamento com um alinhamento das equipes.

Produtos-pet
Conheça o perfil de compra dos clientes

Seus veterinários já tem a maioria das informações sobre saúde dos pets, mas para que o cliente leve os produtos corretos, invista em estudar o formato de vendas consultivas.

Isso quer dizer que sua equipe de vendas tem que ter a informação que vai ajudar o cliente para o que ele precisar.

Uma forma bacana de fazer os setores veterinário e pet shop trabalhar juntos, é comissionar os veterinários também na venda de brinquedos, acessórios, rações, entre outros.

Mas o seu vendedor também precisa ter a informação para fazer as vendas com segurança. Então o estudo e a troca de informações entre equipes é sempre válido.

Além disso, se preparar para também fazer um diagnóstico do pet, claro que não necessariamente de forma clínica.

A venda consultiva trata de investigar as necessidades dos clientes, trazendo uma conversa amena, com perguntas abertas para entender bem a situação do pet.

Assim, fica mais fácil de ajudar o cliente e não só fazer uma venda fria. Dessa maneira, o pet e o cliente saem bem atendidos.

Entenda mais sobre venda consultiva aqui.

Erros e acertos nas vendas de produtos

Você pode criar uma identificação muito grande com o cliente caso planeje ter um local completamente voltado para as necessidades dos pets.

Ao procurar entender as demandas que os bichinhos tem, precisa se basear em informações que o tutor passar. E buscar uma solução que realmente atenda ao pet.

Quando estamos com estoques parados, pode haver uma pressão para que seja feita a venda de alguns itens, e se você apressar essa venda com o cliente, pode ser algo  forçado que não atende o cliente e prejudica essa relação.

Para saber qual o perfil de compra do cliente, observe seu comportamento com compras: se ele já compra a medicação do pet com você, veja se opta pelos itens mais baratos, ou segue a risca a indicação do médico?

Não force a venda em qualquer contato. Caso o tutor venha consultar para tirar dúvidas, se você insistir para ele comprar outros produtos, pode dar a impressão que você só quer vender.

Evite comprar produtos que poucos clientes, ou que clientes que entraram uma vez na loja, buscam. Já ouvimos diversas vezes “comprei um estoque do produto X porque um cliente pediu e nunca mais consegui vender”.

Sempre pesquise as informações de compra de acordo com as informações dos seus clientes fiéis.

Vamos te explicar agora como investir corretamente:

Investimento seguro

Antes de começar a comprar produtos de pet shop para sua clínica, veja quais os melhores produtos se encaixam com o perfil do seu cliente, e com o perfil de vendas da sua equipe.

O ideal é que você faça um estudo de mercado:

  • Primeiro avaliando quais são os produtos que mais vendem na sua região e quais seriam seus concorrentes.
  • Faça também uma pesquisa com seus clientes, buscando entender as necessidades e as preferências de tipos de produtos.
  • Nesse ponto, também é interessantes perguntar quanto o cliente costuma gastar com pet mensalmente. Isso pode te ajudar a poupar na hora de escolher os produtos para venda.
  • O diferente também pode ser bem rentável. Pergunte quais produtos o tutor gostaria de comprar para seu pet, mas não encontrou em outros lugares.
  • Você pode começar a investir em produtos inovadores com essas informações. E assim fidelizar um público que ainda não era atendido.

Geralmente, as clínicas veterinárias que tem uma gestão controlada conseguem ter um bom valor para investimento inicial.

Mas, não se emocione na hora de fazer as compras. Para um estoque inicial, o ideal é que se tenha uma quantidade de produtos que girem dentro de um prazo definido.

Não compre estoque para dois ou três meses. Estoque parado é fluxo de caixa parado.

Em um exemplo simples, se você investiu em um estoque para 1 mês, a previsão de retorno desse valor pode chegar a um mês e meio, ou mais.

Nesse meio tempo você precisará investir novamente em estoque. E controlar a previsão de retorno. Para conseguir segurar as contas até que o retorno chegue a você, vai precisar ter um valor de fluxo de caixa para manter a operação.

Caso isso não seja controlado, você pode ter problemas financeiros.

Resultados na sua clínica veterinária

Depois de planejar, comprar com segurança e vender produtos de pet shop na clínica veterinária, você pode dar o melhor acompanhamento que um pet precisa.

Você vai ter a certeza de que seu cliente está consumindo os itens que realmente farão a diferença para melhorar a qualidade de vida dos bichinhos.

Quando temos uma proposta de valor que realmente faz a diferença na vida das pessoas, estas veem seu negócio de uma forma diferente e sempre vão fazer de tudo para que outros consumidores também comprem com você.

O marketing boca a boca é a melhor propaganda que sua clínica pode ter. E com a fidelização correta, vendendo o que o cliente precisa, logo terá esse retorno.

Lembre-se de separar os custos e o faturamento da clínica e da pet shop. Assim você vai acompanhar o crescimento de ambas e saber quando efetivamente está com a operação lucrativa em ambos.

O retorno financeiro que, geralmente, é o mais buscado, também vai se fortalecer, inclusive na clínica.

Pois, com a venda de produtos de pet shop na clínica veterinária você vai atrair mais giro de clientes, que podem também começar a frequentar a parte veterinária.

Como ultima dica, divulgue a clínica na parte de pet shop e os produtos na parte clínica. Esse marketing pode ser por imagens, folders, textos, mídias sociais, ou ainda oferecendo os produtos/serviços durante os atendimentos.

Essa informação de que seu negócio é o lugar mais completo para atender o pet deve estar sempre presente no ambiente em que o consumidor acessa. Isso fortalece a sua marca e vai ficar na memória do cliente.

Se você ainda tem dúvidas de como planejar o investimento, pesquise no nosso blog, ou entre em contato com a gente sempre que precisar.

Estamos te aguardando!

quero abrir pet shop
No votes yet.
Please wait...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *