A importância da Gestão de Pet Shops: entenda os níveis de aplicação

gestão de pet shops

A importância da gestão de pet shops

Ter um negócio próprio para alguns empreendedores significa a realização de um sonho. São tantas coisas empolgantes que precisa tomar a decisão, deste o nome até os fornecedores. Mas, no dia a dia do negócio, nem tudo é só felicidade. Por isso, saber lidar com problemas e manter a organização faz toda a diferença para uma excelente gestão de pet shops.

Entre os vários motivos para empreender no mercado pet, como grande crescimento nos últimos anos, também está relacionada a paixão por pets.

E apesar do amor ser muito importante para o negócio dar certo, ele não é o único “bem necessário” para uma pet shop e clínica veterinária obterem o sucesso.

É preciso entender a importância da gestão de pet shops. Saber como manter um negócio organizado, seguindo processos e estratégias, irão direcionar o seu negócio para onde você planejou e conquistar o que você desejar com ele.

Você certamente já deve ter ouvido a seguinte frase em Alice no País das Maravilhas: “Se você não sabe onde ir, qualquer caminho serve”. E isso, não é aplicável somente nas nossas vidas pessoais, mas também na empresarial.

Em outras palavras, significa que, se você não tem um bom planejamento, não sabe para onde sua pet shop quer ir, qualquer lugar serve.

E esse não é um bom caminho para quem quer crescer no ramo pet. É necessário muito estudo sobre gestão e planejamento.

E tudo deve acontecer em 3 níveis, fique atento que já vamos explicar já já!

Bom, por onde começar a estudar sobre gestão de pet shops?

Podemos dizer que a tecnologia nos trouxe muitas vantagens nesse sentido. Fazer um curso técnico, faculdade e especializações é muito importante.

Mas, felizmente, essa não é a única forma de obtermos conhecimento atualmente.

Você pode buscar por alternativas que lhe custem pouco ou nada financeira, e que seu investimento de tempo seja também pequeno.

É possível buscar cursos online, blogs (como o nosso), palestras, congressos e eventos. Tudo gratuito! Tem muita gente legal querendo ajudar com conhecimento sem cobrar nada.

Por isso, é importante sempre buscar boas alternativas de estar sempre atualizado. Por hora, posso te indicar 3 coisas que podem te ajudar que são totalmente gratuitas.

  • Minutos de gestão: são vídeos publicados toda quarta-feira sobre o mercado pet que possuem no máximo 5 minutos. Dão boas dicas de como melhorar seu pet shop e/ou clínica veterinária.
  • Petcon 2019: segunda edição de um congresso online, totalmente gratuito, sobre gestão de pet shops e clínicas veterinárias. O evento possui muitas palestras com diversos especialistas do mercado que sabem como fazer as coisas acontecerem em negócios pet.

Mas, e a terceira dica? Fica para o final deste post! Prometo.  Vale a pena a recompensa.

O conceito FERVA e a gestão de pet shops

Mais do que só se importar com a gestão do seu negócio, é importante ter um método a seguir.

Por isso, nós do Pet Shop Control desenvolvemos um método para que você possa aplicar e utilizar na gestão de pet shops. E o chamamos de FERVA.

Sim, para FERVER o seu negócio e colocar para quebrar! O FERVA nasceu de cinco pilares de gestão. Acreditamos que esses são fundamentais para que sua pet shop conquiste o sucesso desejado.

São eles: Financeiro, Estoque, Relacionamento, Vendas e Administrativo.

Os três níveis de gestão

No entanto, nada é tão simples assim. Aplicar cinco pilares de gestão em um negócio, mudar um por um. De fato, não é uma tarefa fácil.

Para facilitar o entendimento e dando um passo por vez na eficiência em gestão de pet shops, nós dividimos o FERVA em três níveis: iniciante, intermediário e avançado.

Fazendo uma boa analogia, é como se fosse um game, onde você começa pelo nível mais fácil e vai avançando até virar um expert em gestão de pet shops.

Como aplicar os níveis de gestão em pet shops

E como em todo o game, começamos sempre pelo nível mais fácil. No que se refere a pet shops, fazemos isso de duas formas:

  • Identificando o que chamamos de “dor de cabeça”; e
  • Atualizando os processos simples do dia a dia.

A dor de cabeça, seria o seu maior problema hoje. Vamos exemplificar: “não tenho bons controles de entradas e saídas dos produtos que vendo”. Sendo assim, a sua dor se referente ao estoque.

Ou, indo a mais um exemplo e que é muito comum, “não sei se minha pet shop está me dando lucro”. Com isso, identificamos que o seu problema seria o financeiro. E assim por diante.

É claro que, você pode ter mais de uma dor de cabeça, mas uma delas sempre terá mais periclitante do que outra. E esse é o primeiro passo, identificar onde está o seu problema.

A partir disso, se instauram processos simples que podem te ajudar. Ainda seguindo os dois casos citados: controle de estoque e fluxo de caixa.

Esses são alguns passos que, atenção, não irão resolver o seu problema. Mas, de uma forma rápida irão amenizar o seu estresse com esses pilares.

E comemore, porque nesse momento você já deu um passo importante. Afinal, amenizou um problema e o mais importante reconheceu o dever de uma boa gestão em pet shops.

Agora é hora de avançar

Você já tem as informações básicas, sabe quais são suas entradas e saídas de estoque e quais os rendimentos e despesas do seu pet shop e/ou clínica veterinária.

Nesse momento, você deve partir para processos que interfiram direta ou indiretamente nesse problema.

Mas, como assim? Bom, vou lhe explicar.

O seu mau controle de estoque pode estar relacionado aos seus fornecedores e compras “empurradas” e desnecessárias. Devido a promoções que eles lhe oferecem.

– Atenção! Esses exemplos são fictícios e qualquer semelhança com a realidade será pura coincidência – KKK

Afinal, você já deve ter ouvido daquele vendedor “essa promoção é muito boa, imperdível. Não sabemos quando teremos esse valor novamente. É melhor você comprar para garantir”.

Mesmo que o seu giro não cubra a rotatividade de tal produto.

Ou, no caso do problema com o lucro da pet shop, o pilar financeiro. Podemos sugerir um problema secundário, como: você não sabe os preços de custos dos serviços que oferece.

Consecutivamente, você não sabe ao certo sua margem de lucro, nem mesmo se está crescendo ou obtendo prejuízos contínuos.

Um grande problemão, não é mesmo?

Então, esse é o momento de arregaçar as mangas e começar a pensar: quais são os pontos secundários que podem estar gerando meu problema principal?

Com isso, você irá “arrumar a casa”, peça por peça, uma de cada vez. Passando por cada fase do seu jogo sem querer pular etapas.

O ápice da gestão em pet shops: “como matar o chefão do jogo”

Agora que você começou no nível inicial, foi até o intermediário, chegou a hora mais esperada. O mais difícil (e na nossa opinião nerd, o mais legal de tudo!).

Esse é o momento que você pega todo o aprendizado que reteve sobre gestão em pet shops naquela dor de cabeça principal e matá-la de uma vez por toda.

Mas, calma aí! Terminar com essa dor ou na nossa analogia, o chefão do game, não significa que você zerou o game. Pegue o próximo pilar e siga adiante.

A questão aqui é pensar estrategicamente. Você solucionou o problema operacional e acabou com os secundários.

Agora, você precisa determinar como fará com que eles não ocorram mais e quais ações poderá tomar no futuro (lembra do planejamento que comentamos antes? Essa é a hora).

Ainda seguindo os exemplos de estoque e financeiro.

Para a melhor gestão e um controle de estoque impecável, você deve pensar estrategicamente sobre: estoque projetado, custo estocado, giro e curva ABC.

E, para definitivamente aumentar o lucro da sua pet shop: faça o cruzamento de dados, previsões e lide com a adimplência e inadimplência.

Se você não sabe o que isso significa, não tem problema, no final do post deixamos para você um e-book, o Guia Prático que fala sobre a parte estratégia de gestão em pet shops.

Considerações sobre a gestão em pet shops

Bom pessoal, pelo que conversamos brevemente hoje, podemos entender que negócio não significamente somente amor. Tem muita responsabilidade e conhecimento por trás de uma empresa bem sucedida.

Pensa que, ao ter um negócio de sucesso, você pode ajudar muito a sociedade, os pets e as pessoas.

Você pode proporcionar um excelente atendimento para os animais, promover ações no bairro em que se encontra e gerar empregos.

E há coisa mais linda do que isso, não né? E a melhor parte é ainda ganhar carinho e, consecutivamente, dinheiro.

Apesar da nossa boa conversa, precisamos encerrar por aqui hoje, mas não vou te deixar na mão. Tudo o que eu prometi, vou deixar o link aqui abaixo para você.

São 3 e-books “Guia prático de Gestão em Pet Shops”, divididos em três níveis diferentes (que nem expliquei ali em cima).

Espero de coração, que esses conteúdos (que lhe garanto que foi escrito com muito amor), ajude o seu negócio a prosperar.

Conte com nós, e qualquer dúvida, comente aqui embaixo. Teremos o imenso prazer de ajuda.

No votes yet.
Please wait...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *