Por que investir no mercado de criação de pássaros para pet shops

criação de passaros

No evento Pet South America, Vitor Consalter, empreendedor do mercado pet, realizou um bate papo com Edilson Guarnieri, fundador da revista Passarinheiros e Cia e especialista no mercado de criação de pássaros.

Com anos de experiência nesse ramo, Guarnieri apresentou como funciona o mercado de aves de companhia no Brasil e no mundo. Ele ressalta a potência que é este mercado fora do Brasil, o cenário propício que o nosso país oferece ao mercado de aves e faz algumas revelações em relação a divulgação deste mercado por parte dos meios de comunicação.

Edilson ainda toca em pontos importantes como a percepção de parte da sociedade em relação à domesticação de aves e à rotulação desse mercado com o tráfico de animais.

Confira o que foi comentado na entrevista e, se quiser a entrevista na íntegra, veja o vídeo!

Mercado de Aves

Hoje, o comércio de pássaros de companhia se segmenta basicamente em dois grupos: aves domésticas e aves brasileiras ou silvestres. As domésticas são encontradas mais facilmente em lojas e englobam calopsitas, canário do reino e periquitos.

As aves brasileiras classificadas como silvestres, embora não sejam provenientes de captura na natureza, representam uma fatia de mercado muito rentável.

Mesmo tendo um volume de vendas menor que as aves domésticas, as aves brasileiras tem um valor de mercado mais elevado e por isso torna esse segmento bem atrativo aos comerciantes.

“É um mercado que acredito ser em quantidade um pouco menor, mas em poder de consumo ele é muitas vezes maior do que o das aves domésticas. Então você que é lojista, tem que se atentar”.

Legislação

A antiga regulamentação deste mercado de criação de aves era feita pelo Ibama, entretanto com a lei complementar 140, de 2013, essa gestão passou aos estados brasileiros. É de suma importância estar atento a parte legal para obter resultados positivos e evitar dores de cabeça com trâmites burocráticos.

Essa lei pretende melhorar o comércio de aves e torná-lo mais fácil e atrativo. Existem diversos criadores legais no país que podem fornecer aves para sua pet shop.

Mercado internacional

No Brasil, os pássaros são o terceiro item de mercado de pets. Mas em países europeus, como a Bélgica, o mercado de aves já se encontra muito mais desenvolvido. Inclusive tendo poucos outros mais rentáveis que ele.

Isso mostra o quanto este setor pode crescer no Brasil.

Quando o poder público caminha junto aos empreendedores os resultados costumam ser excelentes.

A tendência é de que essa cooperação se desenvolva cada vez mais, o que gera grandes expectativas aos que investem neste segmento aqui dentro do país.

Cenário brasileiro

As aves brasileiras são lindíssimas e em nada perdem para as estrangeiras. Uma arara, por exemplo, é extremamente valorizada fora do país, gerando um valor enorme de mercado. Aves importadas, como a cacatua, chegam a custar R$15.000,00 aqui no Brasil e tem valor de venda menor que a arara nos países estrangeiros.

Aliado à beleza da fauna brasileira estão o clima e as condições de se investir neste mercado. O Brasil oferece um cenário propício à criação, reprodução e comércio de aves, por isso fica fácil dizer que o ramo tende a crescer muito aqui.

“Hoje nós temos um mercado muito grande de curiós, trinca-ferros, bicudo, coleirinha, canário da terra, sabiá, tico-tico, azulão. Você pode vender esse animal na sua loja legalizado, de origem legal. Aves com valor agregado muito alto. Quem mexe com essas aves gasta muito dinheiro por mês, três, quatro, até cinco vezes mais do que um animal doméstico comum. Para manter essas aves bem, compram ração importada, bebedouros de vidro, não havendo contenção de gastos. São pessoas muito apaixonadas”.

Divulgação do mercado de aves na imprensa

A medida que este mercado se desenvolve, cada vez mais ele ganha força nos veículos de mídia. Hoje o público que se interessa por aves têm à disposição algumas revistas especializadas como a de Guarnieri, a Passarinheiros e Cia, onde podem encontrar informações valiosas sobre o mundo das aves.

A expansão dessa divulgação é notória, inclusive sendo criados programas de televisão e materiais audiovisuais para serem disponibilizados no meio digital. Com mais comunicação e acesso do público à informação o crescimento é consequência certa.

Com todas as possibilidades de sucesso o mundo das aves de companhia se torna cada vez mais atraente aos que empreendem no ramo das pet shops. Vale a pena estar atento aos movimentos ascendentes que este mercado está criando, pois inovar pode ser a estratégia certa para ampliar o faturamento.

Se você gostou das dicas sobre o mercado de aves de companhia e deseja saber mais sobre este assunto, assista à entrevista na íntegra.

cta_ebook-9-passos-certeiros

No votes yet.
Please wait...

2 thoughts on “Por que investir no mercado de criação de pássaros para pet shops

  1. bom dia
    estou tendo muito dificuldade em criar filhotes de trinca ferro/tico tico/azulao etc.
    estou utilizando uma chocadeira artificial de ultima geração (Rcon Pro 10) pois minhas femeas abandonam ninho
    e outras comem os ovos e outras nao tratam dos filhotes.Portanto resolvi utilizar a chocadeira, mas ao
    nascer na chocadeira morrem todos no 1 dia ou no 2 dia.
    preciso muito de ajuda. vcs podem me indicar alguma revista que fale algo sobre o assunto.
    preciso saber como alimentar os filhotes rescem nascidos, o que dar de alimentação nos primeiros dias,
    assim que saem dos ovos quanto tempo apos devo dar comida.E resumo preciso tudo a respeito.
    Entao se tiver alguma revista, artigo ou qualquer coisa a respeito fovor me informar por gentileza o mais rapido possivel
    pois tenho 5 ovos ainda na chocadeira para nascer dia 20/01/2018.
    desde ja agradeção pela atenção e aguardo retorno urgentimente.

    No votes yet.
    Please wait...
    1. Oi, Deivison. Tudo bem? O ideal é sempre você tentar deixar para os pais cuidarem, mas claro, que tem casais que não irão ser bons pais, por assim dizer. Mesmo ao nascer na chocadeira, até que os filhotes criem de fato penas, os pais ficam os aquecendo, você precisa se certificar que o viveiro está na temperatura adequada. Você pode inserir até mesmo um novelo de lã ou um ursinho de pelúcia, para que eles possam se aconchegar perto e se aquecerem. A alimentação de cada filhote dependerá do que ele come quando está na natureza, como, larvas, insetos, frutas, semestes, entre outros. Exemplo, para calopsitas são mix de sementes e frutas que amassadas você consegue os alimentar até que papinha deles fique cheia. Você mesmo pode fazer essa papa, ou até mesmo adquirir ela pronta em algumas pet shops que atendem o ramo de aves e dar aos passarinhos com uma seringa. Você pode testar dar a papa conforme a aceitação dos animais, mas cuidado para não os alimentar demais, pois isso também pode interferir na criação. De qualquer forma, vou deixar aqui para você o site da Passarinheiros e Cia, que são uma revista especializada no segmento de aves: http://www.passarinheirosecia.com.br/ Esperamos ter ajudado você, qualquer dúvida estamos à disposição. Ah, e nos conte como ficaram esses novos filhotes que ainda irão nascer. Até mais!

      Rating: 5.0/5. From 1 vote.
      Please wait...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *