Como montar um pet shop: o que você precisa saber

como montar um pet shop

Entenda como montar um pet shop e o que você precisa saber na hora de abrir seu negócio pet. Evite os erros comuns dos empreendedores desse ramo. 

Resolvemos abordar esse tema, pois segundo o Sebrae, uma a cada quatro empresas fecham antes de completar os dois primeiros anos. Os principais fatores que causam tal fracasso são: não entender o mercado, falta de planejamento e desconhecimento do consumidor. 

Por isso, vamos dar dicas importantes para você, que quer saber como montar um pet shop, sem esquecer de comentar os principais erros dos empreendedores que podem levar seu negócio a fechar.

 Abordaremos aspectos do negócio que você precisa avaliar e planejar.

Vamos lá?

Documentação

Você precisa estar ciente de todos os documentos necessários na hora de montar o pet shop.

É preciso validar se o local possui pendências e validar todo o contrato de aluguel ou compra. Apesar de parecer algo simples, fazer isso já no começo do negócio pode evitar futuras dores de cabeça e possíveis dívidas.

Mas, atenção! Os documentos não são somente do local onde pretende abrir sua pet shop. Trate de contratar um bom contador. Ele será essencial durante toda sua jornada empreendedora. 

Não esqueça também do alvará e do responsável técnico (RT). 

Enquadramento Fiscal

Junto com seu novo contador, entenda qual o regime tributário em que você se enquadra, a partir da escolha entre MEI, EIRELI e simples nacional (mais comum entre as pet shops).

Sabendo disso, você poderá compreender quais são suas obrigatoriedades fiscais quanto à emissão fiscal e também aos impostos. 

Contrato Social

Se você está pensando em abrir sua pet shop em sociedade, é de suma importância que tenha um contrato social correto e validado.

Não basta pegar um “modelo de internet”. Você deve consultar um advogado para validar se está tudo correto.

Assim como um casamento, uma sociedade também pode se desfazer. Claro que ninguém se casa pensando na separação, e de fato, não é isso.

Mas, você deve estar munido caso algo ocorra. Então, validar em cartório todas as exatas condições, pode te ajudar no futuro.

Plano de negócios

Gostaria de te dizer que o plano de negócios é algo simples e fácil de construir. Mas, infelizmente, não é.

O plano de negócios nada mais é do que um planejamento de como seu negócio vai funcionar em diversos aspectos.

Desde o que irá comercializar (produtos e/ou serviços) até o público-alvo.

Fizemos uma série de posts sobre o plano de negócios de pet shops. Vou deixar os links aqui para você:

Eu quero abrir o meu pet shop ou clínica veterinária: plano de negócios

Plano de negócios para pet shop: por que ter e como fazer

Plano de negócios para pet shop: como usar o capital de giro

Gestão do seu negócio

Basicamente, tudo o que falamos aqui em nosso blog. Sobre ter o controle do seu negócio de ponta à ponta.

Se você é um dos nossos leitores assíduos, sabe que falamos muito do método FERVA. São os cinco pilares de gestão de uma pet shop de sucesso. Sendo eles: financeiro, estoque, relacionamento, vendas e administrativo.

Se você observar os seus pontos fortes, fracos e o que deve melhorar em cada um deles, você terá uma boa gestão.

Mas, para quem está começando ainda e para montar um pet shop de sucesso, a gestão também deve existir desde o princípio e estruturação da empresa. Tenha sempre o controle de todos os gastos, do capital de giro e já projetar seus custos futuros.

Com isso, você saberá quanto precisa faturar e quando abrir o negócio.

Quer saber mais sobre gestão de pet shop e como dominar os cinco pilares? Confira nosso guia completo.

Checklist de Equipamentos

Você sabia que um dos principais e piores erros que um gestor pode cometer é comprar antes de planejar?

Acontece, até mesmo, de o empreendedor já ter kgs de ração estocada, mas nenhum equipamento (o que é o essencial para que a pet funcione). Muitas vezes, essas compras exageradas vão consumir com seu capital de giro, piorando sua situação já de início.

Então, a regra de ouro é: antes de comprar, planeje.

E no momento certo, depois de já ter pensado sobre os tópicos anteriores, invista em equipamentos de qualidade. 

É muito comum nas estéticas, terem secadores e sopradores que não são usados adequadamente. O equipamento dura menos e você gasta mais energia.  Enquanto, se investisse utilizando algo mais robusto, teria retorno mais rápido.

Confira o checklist completo de equipamentos para pet shops!

Pesquise bem tudo o que você precisa e compre o necessário.

Nesse momento também, você precisa saber quantos funcionários precisará ter. E claro, já se preparar para o processo de contratação.

Execução da Obra

Na hora de construir seu negócio, nas mudanças de estrutura física necessárias para abrigar sua pet shop, é importante se lembrar daquele velho ditado: “o barato pode sair caro”.

Ao contratar um profissional para fazer a obra, certifique-se de que é uma pessoa realmente qualificada e de boa índole.

Aquele conhecido, amigo de um amigo, que faz por hobbie, não é bem a profissão daquela pessoa… Não é uma boa ideia, ok? 

Sabe por quê? Você pode estar ali, economizando um ou dois mil reais. Mas, já imaginou o prejuízo se o serviço não for bom? Se depois estourar alguma parte da construção? Se a pessoa sumir?

Nós já ouvimos muitos casos desse tipo. Então, contrate um profissional sério. Aquela velha história, evite dores de cabeça, faça tudo da forma correta.

Tipo de negócio e público-alvo

Até esse ponto resolvemos toda parte burocrática necessária para montar um pet shop. Então, chegou a hora de pensar: além de ser um negócio legal, qual vai ser seu diferencial?

Aí vai um puxão de orelha se você pensou “atendimento”. Um bom atendimento não deve ser seu diferencial. Atendimento é obrigatório ser bom.

Você precisa ter um diferencial competitivo. E para achar esta resposta, você precisa responder a seguinte pergunta:

“Por que o cliente deve preferir meu negócio em vez do concorrente?”

E a resposta dessa pergunta deve estar estreitamente alinhada com o nome da pet shop e com o tipo de público do bairro em qual você está localizado.

É necessário entender quais são as pessoas daquela região: idade, comportamento, faixa salarial etc. Isso também vai te ajudar no planejamento para abrir um pet shop sem erros!

Sabendo quem são seus potenciais clientes, você conseguirá estruturar desde a forma que vai se comunicar (linguagem, peças publicitárias etc) até a montagem do pet shop.

O que isso quer dizer? Na prática, que você “não deve” abrir um negócio de luxo, num bairro em que pessoas levem uma vida simples. Então, olhar para o lugar onde você ficará localizado, diz muito sobre o que você deve fazer.

Entreviste as pessoas daquele ambiente, entenda suas necessidades e expectativas de uma pet shop naquele local. Assim, dará tudo mais certo ainda! 

PUV: Proposta Única de Valor

Você já deve ter ouvido falar sobre PUV em algum lugar. Apesar de ser um conceito “novo”, ela era exemplificada antigamente nas clássicas: missão, visão e valores.

A diferença é que a PUV fala muito mais do seu negócio, de maneira simples e sem enrolação.

Ela é a sua diretriz!

Capaz de dizer em poucas palavras, ou melhor, em uma frase, o motivo de existência do seu pet shop.

Sabe qual é a nosso aqui do Pet Shop Control? “Descomplicar a gestão com software e inteligência no mercado pet!”. Ou seja, o nosso propósito de valor, de vida e/ou existência é descomplicar a gestão de negócios pet. Como? através de um software de gestão que contém inteligência. Para quem? Para o mercado pet.

Quer saber mais sobre PUV para pet shops? Acesse.

Mix de produtos/serviços e margem de lucro

Essa é a pergunta que mais os gestores se fazem quando se pretende montar um pet shop!

Então, recapitulando, a primeira etapa é saber se o plano de negócios está estruturado. Além dos aspectos dos custos planejados, como: mão de obra, maquinários, aluguel etc. 

E, principalmente, na área de serviços. Sem saber calcular o custo do serviço, você não saberá o preço de venda que precisa exercer quando abrir um pet shop.

A famosa estratégia do “vou cobrar menos que o concorrente”, definitivamente, não funciona. Afinal, você não sabe qual é o custo dele. Seu custo pode ser mais alto. E, no final das contas, você poderá sair no prejuízo.

Já, em relação aos produtos, a sua escolha está diretamente relacionada com o cliente, tanto no comportamento quanto no relacionamento.

Compre o necessário para sua loja apenas nos primeiros meses, não invista em estoques gigantes. Por que você não conhece ainda seu público. 

Pense no que será bom para eles, pesquise sobre o que eles gostariam de ver na sua pet. Infelizmente, não há receita mágica para isso.

O que podemos te sugerir são dois blog posts com dados de mercado:

Banho e tosa: conheça as médias de mercado 

Os serviços veterinários que mais vendem!

Tipos de produtos mais vendidos em pet shops

Para concluir…

Fizemos uma palestra online abordando todos esses tópicos, sobre como montar um pet shop e quais os principais erros devem ser evitados.

Confira!

E lembre-se, se você gostou, deixa um like e se inscreva no canal!

quero abrir pet shop


No votes yet.
Please wait...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *