Centro de custos: entenda o núcleo da sua gestão

Você que está acostumado com nossos conteúdos sobre gestão de pet shops, hoje vamos tratar de um dos pilares do nosso método FERVA: o financeiro. E aprofundar sobre o centro de custos.

Para você que está chegando agora, não fique preocupado. Iremos contextualizar uma realidade muito comum na vida econômica das pet shops e clínicas.

Vamos mostrar uma das funcionalidades financeiras do Pet Shop Control: o centro de custos de uma pet shop.

Quando perguntamos sobre gestão para as pet shops que atendemos diariamente, a resposta é sempre parecida:

“É complexo e nada fácil.”

A realidade do mercado brasileiro é que, na maioria das vezes, as pet shops oferecem uma gama diversificada de produtos e serviços.

Fazem com que o cliente ache tudo em um só lugar. E essa é uma grande vantagem competitiva. É como se você acabasse levando seu bichinho para dar uma “passadinha no shopping”.

É no shopping que ele pode ganhar um brinquedinho, fazer as compras necessárias para a semana, realizar um check-up e ainda tomar um banho para ficar bem cheiroso em casa.

É perfeito não é mesmo?

Mas, para manter esse negócio organizado, existe um primeiro passo muito importante que é o que chamamos de “comportamento de águia”.

Assim como, em determinados momentos da vida, precisamos sair um pouco da perspectiva da ação,  nos tornar observadores e questionadores dos nossos resultados pessoais… Com nosso negócio é a mesma coisa!

Acredite nisso, inclusive este é provavelmente o motivo pelo qual você deve estar acessando nosso blog hoje.

Provavelmente, você já está em exercício de questionamento interno sobre suas atuais práticas profissionais e onde elas estão te levando.

As perguntas já devem estar começando a surgir:

  • Qual é o seu custo?

  • Qual suas margens de negociação?

Quer saber qual a saúde do seu núcleo de gestão? O motor guia que fará você continuar lendo esse blog, por prazer e aprendizado, ou para buscar salvação para um negócio que não cresce, e fere sua saúde física e mental?

O núcleo de gestão: conheça e use a seu favor

Estamos falando hoje de um processo muito simples, que pode ser aplicado nas práticas de gestão de qualquer negócio, principalmente aqueles dedicados em tantas verticais como um pet shop.

Este processo é o de exercitar a águia empreendedora que há dentro de você. E, olhar o núcleo de sua gestão, o que chamamos em administração de centro de custos.

O centro de custo teve sua origem nos departamentos de contabilidade, que eram alocados dentro das empresas, originalmente estabelecido no início do século XX por corporações norte americanas.

Na prática, dividimos sua empresa em centros de operação, no caso de um pet shop, uma sugestão é montar da seguinte maneira: estética, produtos, farmácia, clínica, lazer (creche, spa e terapias alternativas) e hotel.

Quanto maior seu negócio ou os objetivos contemplados em seu planejamento estratégico, maior será o número de centro de custos a serem controlados.

Estes, mostram uma visão de como você investe o dinheiro dentro do seu pet shop, e qual o retorno para cada um deles.

Importância da prática: centro de custos

Quando estamos imersos na gestão do negócio, é comum nos comportamos como se ele fosse uma única coisa, uma pessoa da qual precisa estar saudável e ponto.

Mas, como uma pessoa, isso não é verdade. Um ser humano precisa de vários pilares para que sua vida seja plena, leve e feliz.

Não basta o exame de sangue dar sinais positivos se seu mental estiver produzindo graves doenças.

Da mesma forma, estes pilares do seu pet shop são o centro de custos, pois é somente desta maneira que conseguimos mapear onde estão os gargalos da sua gestão.

Por isso, se questione:

  • O setor que você está gastando mais dinheiro é realmente onde precisa?
  • O ponto forte que você considera é realmente o seu diferencial?
  • Onde você está pensando em investir para crescer é realmente o pilar que vai te trazer mais retorno?
  • Será que não está na hora de realocar recursos de um pilar para outro?
  • Será que aquele ponto fraco, não é fraco porque você nunca parou para analisar de verdade seus números?

Para tanto, precisamos entender como está o nosso resultado operacional financeiro por centro de custos.

Mas, como fazemos isso? O centro de custos mostra os investimentos nas áreas de atuação do negócio (pilares). Então, saber apenas o quanto eu gasto é uma informação incompleta.

Resultado operacional financeiro, unido aos resultados de seu centro de custos. Ou seja, alinhar as informações de proventos por pilar e cruzar com o centro de custos é a grande chave do gestor águia.

A partir deste passo, as respostas ficam claras na nossa mente. Pois, vamos entender que podemos realocar o investimento para um centro de custos com maior margem de lucro.

Assim como, repensar a linha de produtos e equipamentos que utilizo, para reformular o modo como vendo e presto serviços, visando maximizar meus pilares.

Até mesmo, em casos mais críticos, ter a visão é estarrecedora. Porém, libertadora.

Por exemplo, nos casos em que apenas um centro de custos mantém praticamente toda a operação do negócio.

Nesses casos, fechar um pilar de sua empresa como por exemplo o banho e tosa, até que você consiga reestruturar seus custos e margens a fim de torná-lo saudável, pode ser a decisão que a curto prazo pode salvar seu negócio.

Lembre-se, que como gestor você comete erros e isso é perfeitamente normal, faz parte do seu aprendizado.

Como fazer esse controle de forma prática e eficiente?

Vamos te dar dicas de como o Pet Shop Control te auxilia nesse sentido.

Acesse este relatório no sistema Pet Shop Control: menu superior Financeiro > Centro de custos.

Na imagem acima, demonstra uma situação que embora seja hipotética é assustadoramente recorrente.

Note que, nesta pet shop imaginária houve lucro na operação final mesmo com um prejuízo no centro de custos de farmácia.

Com a somas do relatório de centro de custos que cruza as despesas com o faturamento, dando por consequência, de lucro temos:

Estética: R$ 11.450,95

Pet Shop: R$ 345,95

Farmácia -R$ 7.436,95

Veja, neste exemplo, o saldo total no período analisado foi R$ 4.359,95.

Porém, do ponto de vista que temos um centro de custos performando tão baixo, o potencial está sendo pouco explorado.

Se concluir que, do ponto de vista administrativo, estamos tendo um problema grave. E apesar do lucro, põe em risco o futuro da pet shop.

Esse exemplo mostra claramente que o dono não domina o centro de custos. Não estando preocupado com o défict de um pilar, pois o resultado final é positivo.

Lembram do exame de sangue?

Pois é, na maioria das vezes as soluções para nossos problemas de gestão estão todas na nossa frente, mas ignoramos o fato por estarmos na correria do dia a dia.

A nossa dica é que você busque se organizar melhor, assim sobrará mais tempo para você direcionar para onde realmente haverá um retorno.

Mas, como o sistema Pet Shop Control faz isso?

O software Pet Shop Control faz uma poderosa gestão dos 5 pilares administrativos: financeiro, estoque, relacionamento, vendas e administrativo.

Isso possibilita que, por exemplo, como no relatório de centro de custos, possamos cruzar todas as informações de faturamento e rateio de contas.

Imaginou o quão poderoso esta ferramenta pode ser na sua gestão?

Ao cadastrar uma despesa, você deve informar a qual centro de custos ela pertence.

E caso ela pertença a mais de um centro de custos, você deve informar o percentual de rateio para cada um dos centro de custos.

Assim, você estará sendo extremamente profissional no controle da vida financeira do seu pet shop.

Vamos exemplificar, no caso de uma conta de luz de R$ 1.000,00.

Você deve informar que 50% é consumido pela estética, 30% pela veterinária e 20% loja.

Gerando uma despesa diferente para cada um dos centro de custos. E isso é absolutamente fantástico, mapear cada coisa do seu negócio vai realmente te tornar um administrador águia.

Com um breve vôo pelo sistema, enxergará onde está os seus desafios e glórias.

Já na imagem abaixo, mostramos como o Pet Shop Control faz isso na prática.

No menu superior Financeiro > Contas a pagar (Custos), acessamos esta tela onde vamos cadastrar uma conta.

Note que, lá embaixo existem duas opções: grupo e rateio. O grupo é um centro de custos, você deve usá lo quando a conta pertencer a apenas um deles.

A opção de rateio é para quando é necessário dividir a conta em vários grupos ou centro de custos.

Ao marcar esta opção, a janelinha do lado irá exibir centro de custos previamente cadastrados, e você poderá inserir valores percentuais, de acordo com sua realidade.

Realizando o rateio de todas as despesas, ao final de cada mês, você saberá exatamente qual o gasto de cada centro de custos da sua pet shop.

Para aprofundar os estudos administrativos financeiros que englobam mais coisas além do centro de custos acesse aqui!

Os conteúdos estão todos a sua disposição, nosso time está aberto a trocar ideias e fazer uma mapeamento do seu negócio totalmente gratuito.

Você tem vontade de melhorar? Você está incomodado ou quer fazer as coisas corretas desde o começo?

Então, saiba que você tem um parceiro à altura do seu desafio, leia o blog, acompanhe o nosso canal do YouTube e assine nossa newsletter.

Seja um parceiro Pet Shop Control.

CTA_GUIA_GESTAO



No votes yet.
Please wait...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *